Tag Archives: Fashion Week

Tendência?

19 jan

Pode até ser estratégia de Marketing, e se for tem funcionado.

Três estilistas chamaram a atenção nas semanas de moda na Europa, e não era pra menos. Vamos conferir?

Patrick Mohr não podia fazer diferente, ele que na última semana de moda de Berlin colocou modelos carecas e com barba na passarela ( você pode ver aqui). Dessa vez além de apagar as sobrancelhas, ele lacrou a boca das modelos com uma fita transparente.

Em Paris, Thierry Mugler, chamou a atenção ao colocar na passarela, dois modelos maravilhosos que tinham o rosto e grande parte do corpo tatuados.

E quem não poderia deixar por menos foi a amada Vivienne Westwood, que na semana de moda de Milão, colocou todos os modelos na passarela de baton! Alguns estavam de baton vermelho, e outros já seguiam a tendência do inverno por lá, os batons marrons.

A estilista ainda disse que a inspiração do desfile, foi o Príncipe Willian que está de casamento marcado para 29 de abril deste ano. A coleção foi feita pensando no look do príncipe no casamento. Você pode conferir o vídeo do desfile aqui.

E aí, alguma dessas tendências pega?

Imagens fonte:
Gnt, Ego.

Juju

Anúncios

Terceiro dia de PFW

7 mar

Bom, deixa eu postar o dia do Paris Fashion Week de ontem, senão a maluca da Mc me mata, não é?

Então, os dois primeiros dias você conferiu aqui e aqui. Agora eu falo do dia 05/03 e, mais tarde ainda hoje, eu falo do dia 06/03 e deixo tuuudo em dia.

Hey ho, let’s go então!

Issey Miyake

O desfile do Miyake foi coloridinho e tão feliz que dá até gosto! As poucas peças sem cor nenhuma vem com um ar bem noir-psicodélico, com curvas desenhadas e formas, pelo contrário, muito retas, geométricas, quase from outta space! Os tricots do início, bem coloridos e bem vivos, envolviam as modelos, lindo!

HYPES: O blazer rosa e preto foi meu preferido, adorei as cores, as formas, o corte, tudo! Não posso deixar de falar das meias e leggings, cada uma mais linda do que a outra!

Christian Dior

Dior é sempre um clássico, não é? Esse desfile teve alguma coisa de cabaret, com circo, com montaria e com tudo de chique! Como na maioria das outras coleções, teve muito couro. Os casacos vieram amplos, cheios de volume. Os vestidos também, babados completavam. Os sapatos, quando não eram botas até a coxa, eram botas curtinhas, ankle boots. E as bolsas? Ai. Dior, não é?

HYPES: De novo, as meias. Lindas, meio lingerie, combinadas com ankle boots, suuuper fetichista! E eu adorei os cabelos. Porque esse tranção de lado já estava usando, né? Acho lindo, ainda mais com volume em cima, quase o Bozo, haha! Achay tendência!

Isabel Marant

O desfile da Isabel Marant estava bem jovem e bem 50’s. Os lencinhos no pescoço não enganaram. Essas calças de barra dobrada, jaquetas jeans, jaquetas de couro ou em formato de jaqueta de couro não enganaram: a pegada rocker dos anos  50 estava beeem presente. Sabe o filme Grease? Então. Vestidinhos bem parecidos, drapeados, bem femininos. Tinha até aquela legging atemporal de Olivia Newton John, só que em cores variadas e mais brilhantes.

HYPES: Os tecidos brilhantes. Porque inverno não tem de ser tedioso, não é? As roupas são todas bem usáveis, essa é uma das coisas que mais gostei.

Vivienne Westwood

Vivienne Westwood é sempre muito louca, não é mesmo? Essa coleção não deixa por menos. Sempre, sempre, sempre com aquela pitada punk usual, as modelos vinham como camponesas (loucas) da Inglaterra, vindas pós-revolução, parecendo acabadas, destruídas e, ainda assim, finas. Como? As meias azuis, as cores, as sobreposições.

HYPES: Os coturnos metalizados, aaaaaah! E esse último vestido aí, lindo, todo bordado com uma transparência tão sutil e muito linda.

Lanvin

O desfile começou assim, bem clean e, de repente, vieram os metalizados, as plumas, as aplicações, a pegada étnica. Os cocktail dresses vieram com tudo, sem nada, sequinhos, ou todos bordados. Tem pra todos os gostos.

HYPES: O vestido metalizado com a cintura bem marcada, bem feminino e TCHAN, adorei esse. Os cabelos! Eu adoro franja, eu tenho franja, e eu acho que todo mundo devia ter franjinha.

Maison Martin Margiela

Como resumir o desfile? Transparência, clássico e peças muito estranhas. E uma mistura disso tudo. Peças clássicas, alfaiataria, botas, vinham com uma pitada ora sexy, por culpa das transparências, ora maluca, pelas peças estruturadas, usadas de forma muito, er, singular.

HYPES: As transparências em si. É chique, é sexy e não é, cuidado!, vulgar. Adorei os casaquinhos clássicos cinzas com blusas metalizadas.

Yohji Yamamoto

Como esquecer as suas raízes? Yamamoto fez um desfile sério, cheio de retas e linhas, bem japonês. Os vestidos e casacos pareciam origamis gigantes, arrematados por botas justinhas à perna, dando proporção ao volume das peças. Cores bem neutras fizeram a coleção.

HYPES: Esse vestidinho creme, bem origami, que dá até dó de usar. Mas, o hype mais hype foi essa noiva (?) de preto que fechou o desfile. Conceitual, não?

Posto hoje ainda os desfiles do PFW de ontem, ok?

XOXO,

Luiza.

Segundo dia de PFW

5 mar
A Paris Fashion Week continuou ontem com alguns dos desfiles mais esperados. Então vamos falar sobre essas coisas maravilhosas que rolaram pelas passarelas nesta quinta-feira.

BALENCIAGA

O desfile da Balenciaga trouxe uma pegada anos 70, com diversas texturas (bolinhas, losangos) e silhuetas estruturadas. Esses sapatos loucos chamaram muita atenção (né?), esse modelo é uma espécie de mocassim com um salto cheio de formas geométricas.

“I was working on something domestic. Casual things mixed with classic. And a kind of rigidity.”, disse Nicolas Ghesquière, estilista da marca.

BALMAIN

Tenho que confessar que o desfile da Balmain foi o meu preferido do dia. Christophe Decarnin fez uma combinação de calças justas, ombreiras, estampas de bichos, lamé e couro (claro). Ficou simplesmente um arraso.

BARBARA BUI

As botas do desfile da Barbara Bui tavam uma coisa fora do normal! Tanto essas com o cano super longo, quanto as ankle boots metálicas, apaixonei. Mas no mais,o desfile estava repleto de casacos com pele, os vestidos estavam lindíssimos e o couro dominou do começo ao fim.

RICK OWENS

Rick Owens trouxe para a passarela uma mulher com um estilo guerreira e ao mesmo tempo urbana. Roupas com cortes assimétricos, luvas pra cima do cotovelo e essas meias com triângulos estavam presentes em quase todos os looks. A maquiagem e o cabelo estavam fantásticos.

NINA RICCI

Um desfile extremamente feminino, delicado e romântico. Era tudo cetim, cintura marcada e aplique de flores. A transparência e os corsets também estavam presentes.

Amanhã tem mais, queridos.

Um beijo

Mc

Paris Fashion Week

4 mar

Como devem saber as fashionistas hypes, o Paris Fashion Week (LUXO!), o evento mais importante da moda mundial, começou ontem, dia 03/03. Como de costume, o evento é longuíssimo, dura até o dia 10/03, mas também, né, MILHÕES de marcas e desfiles e coleções e lançamentos e tendências e, ah! A melhor semana do fashion.

Ontem rolaram os desfiles da Dries Van Noten, Rochas e Gareth Pugh. Hoje serão Balenciaga, Balmain (ADOOORO!), Bárbara Bui, Rick Owens e Nina Ricci.

Hoje a gente posta sobre os desfiles de ontem, amanhã do de hoje, etc, etc.

DRIES VAN NOTEN

Como de costume, a coleção foi impecável, em formas, cortes, cores, resumindo: um clássico. Formas retas, cintura marcada e uma pegada safári (lembra o figuro daquele filme Austrália, sabem qual?) foram fortes. As estampas eram bem floresta, algumas de leopardo, outras de folhas.

HYPES: o mini geométrico dourado, LINDO, e os casacos-vestidos que são um luxo só. Qualquer pessoa fica FINA com eles, adoooro!

ROCHAS

Jovem, colorido e vibrante. O desfile das Rochas aposta em uma temporada colorida e cheeeia de vida. A coleção foi beem diversificada, btw, quase confusa. Alguns looks pareciam saídos dos anos 70, outros do guarda-roupa de Maria Antonieta. Couro tingido e estampa animais (de novo!) aparecem também.

HYPES: o vestidinho de babados vermelho é um amor. O 3/4 com estampa de onça é lindíssimo, ainda mais com essa calça de couro azul muito, muito bonitinha!

GARETH PUGH

A coleção da Gareth Pugh (que eu achei MUITO, MUITO linda) é bem cara de frio mesmo. Muito couro, muito sobretudo, muita bota e muita coisa bonita. Com uma pegada motociclista from Mars, as jaquetas e calças são muuuuito usáveis, impressionei. Fios e mangas esfarrapadas dão um toque over nos cortes impecáveis. A roupa masculina tem um toque meio Matrix, meio rocker. Em preto e cinza, a coleção não entedia (quero tudo, sério).

Hypes: A jaqueta de listras diagonais MARAVILHOSA e a calça de fios lindíssima.

Até amanhã, XOXO

Luiza.